Uma roupa, muitas mensagens: os looks do AFROPUNK FEST Brooklyn por Cris Guterres

Spread the love

Neste último final de semana, o Commodore Barry Park em Nova York, hospedou a edição anual do maior festival de cultura negra do mundo, o AFROPUNK FEST. O festival que reúne milhares de pessoas teve shows de músicos e bandas consagradas no cenário mundial. Solange, Macy Gray, SZA, Thundercat, Gary Clarck Jr., Kaytranada e Soul II Soul foram alguns dos artistas que animaram a festa. Porém, aqueles que realmente brilharam não estavam nos palcos.

A maior riqueza do AFROPUNK FEST foi o desfile de estilos e looks que aconteceu pelo Commodore Barry Park. Não é só um desfile de looks, mas uma manifestação política através dos corpos. Por de trás das roupas não existia apenas um desejo de embelezar-se, existia também um manifesto político. O AFROPUNK é um festival onde as pessoas se reúnem para celebrar a beleza negra e se manifestarem contra o racismo, homofobia, transfobia, sexismo e contra o ódio de todas as formas.  Em cada look uma mensagem, mensagens de liberdade. As pessoas sentem-se seguras para serem quem realmente são, e não existe medo de dizer quem se ama.

Das tranças aos cabelos black powers de diversas cores. Dos tecidos africanos aos clássicos tênis Air Max. Dos rostos e corpos pintados em inspiração tribal às frases escritas a mão nas jaquetas e camisetas. Cada detalhe perpassa pela cultura negra e reverência à beleza e o orgulho negro.

Confira toda essa energia do AFROPUNK FEST Brooklyn através do olhar de Cris GuterresFacebook/Instagram.