OK Mag – “Dreamscapes”

Spread the love

A OK Mag chega ao seu quarto ano celebrando em seu editorial o sonho que motivou o nascimento da revista, e o que até hoje tem sido a força motriz a cada edição. O Editor in Chief & Creative Director Guilherme Lombardi, além de representar este sonho no editorial intitulado “Dreamscapes”, relata como se sente ao chegar até aqui e faz uma reflexão do seu caminho na OK Mag até aqui. Confira:

Há quatro anos quando nasceu a OK Mag, fiz algo para que pudesse seguir meu próprio caminho, mas tenho sorte de ser apoiado por profissionais e marcas que me dão a liberdade de continuar. O que estamos fazendo é para o futuro.

A moda não é apenas sobre roupas, se você pensar sobre todos os movimentos da moda que tivemos nos anos, eles vieram de uma situação social, econômica ou política. Então, por que não devemos refletir nosso tempo? Cada edição precisamos preenchê-las com algo que é contemporâneo para que mais tarde você diga: ‘”Ok, isso foi realmente a década de 80, isso foi realmente na década de 90”. Se você não faz, é como se você tivesse a casa mais bonita, mas você colocou o lixo dentro.

Se você quiser construir uma identidade, tem que confiar em certos profissionais e mantê-los. Acredito no poder das imagens, mas também no poder daqueles que interpretam essas imagens. É fácil dizer o que gosto para uma edição, mas meu dever é encontrar alguém que possa interpretar o que gosto e o que quero fazer. Você tem que ter confiança na criatividade de outras pessoas; você não pode apenas confiar em seus instintos. Minha missão é acrescentar a isso o elemento que falta – para adicionarmos aos sonhos.

Não posso viver sem sonhos. Se você tem um grande sonho, você pode fazê-lo. Então você tem que sonhar em grande escala. Martin Luther King disse que ele sonhava que um dia seus filhos seriam apreciados por seu caráter, seu conhecimento, não a cor de sua pele. Quarenta anos depois, os Estados Unidos elegeu um presidente negro. Então você tem que pensar e lutar pelas grandes coisas. Os sonhos devem ser enormes.