SMIRNOFF reúne coletivos de música em uma grande festa em São Paulo

Spread the love

Reforçando seu caráter de valorizar as mais diversas manifestações de rua, Smirnoff apresenta “Smirnoff Soma”, uma festa que vai reunir coletivos que agitam a cidade ao longo do ano e que valorizam a rua como espaço de manifestação cultural. No dia 18 de dezembro, a Praça Ouvidor Pacheco e Silva e a Praça Patriarca recebem os coletivos CIO, Dubversão, Metanol FM, Dusk, Free Beats e Vampire Haus.

O objetivo de Smirnoff é apoiar os movimentos culturais que levantam a bandeira de inclusividade com alegria, muita música e festa. “Estes movimentos dão vida ao nosso conceito de “#umbrindeavidareal”, porque a rua é o espaço mais democrático que existe. Nosso principal foco é abraçar essa causa tão legítima e realizar iniciativas que devolvam a rua para as pessoas”, diz Isabela Abbes, Gerente de Marketing de Vodkas.

 

Um dos destaques, Metanol FM, será responsável por trazer um palco dedicado ao future beats e à música eletrônica experimental na Praça Patriarca. Metanol FM é um coletivo pensado e idealizado para divulgar e disseminar uma nova cena eletrônica da música. É tido como um dos epicentros da música de vanguarda em São Paulo, incentivando novas formas de uso do espaço público e criando conexões entre a produção musical nacional e o restante do mundo.

 

Também tocam na Praça Patriarca a Freebeats, voltada para a cultura do sound system. E para fechar o lineup, a CIO se faz presente. Democrática e autêntica, é uma das festas de maior longevidade na história da noite brasileira. O projeto começou nos anos 90 com caráter experimental e despretensioso num pequeno bar da consolação e dá ênfase ao house, techno, electro e disco.

 

Já no palco da Praça Ouvidor Pacheco e Silva, rola Dusk, que tem como proposta levar a dance-music normalmente tocada em clubs fechados, para ambientes mais abertos e durante o dia. Os gêneros musicais que predominam são house, techno e suas vertentes. O Dubversão se apresenta logo após com suas vertentes do reggae – do roots ao dancehall, sempre processadas pelas técnicas de dub. E para finalizar, Vampire Haus traz seu som de vinil de rock fulminante, além de um set clubber bombástico, com sonoridades explosivas e ao mesmo tempo sedutoras que transitam do deep house sinfônico ao techno. 

 

Além das atrações musicais, Smirnoff está preparando outras atrações para o público. Na Rua São Bento, via que liga as duas praças, haverá uma exposição ao ar livre do Coletivo Rua, com fotos que retratam essas festas. O artista Euvira Euvira fará performances durante alguns momentos do festival. E como grafite é uma expressão artística de rua muito forte, será realizado uma intervenção artística ao vivo com iSe, L7m e Rodrigo Branco.
Cada praça terá um palco principal e um bar servindo drinks feitos com a marca, além de food trucks. O “Smirnoff Soma” está programado para começar às 16h e terminar às 22h.

 

Brinde com responsabilidade. Se beber, não dirija.

 

Confira a agenda:

 

Data: 18/12
Praça do Patriarca
16h Cio
18h Freebeats
20h Metanol

 

Praça Ouvidor Pacheco e Silva
16h Dusk
18h Dubversão
20h Vampire Haus

 

ENTRADA GRATUITA