BAFWEEK Buenos Aires Fashion Week 2012

Spread the love

 .

MELHORES MOMENTOS DA SEMANA DE MODA PORTENHA

Por Teté Almeida (@tete_almeida)

Nem só de vinho e tango vive Buenos Aires !  No começo do mês aconteceu a Buenos Aires Fashion Week, edição inverno 2012. Apesar da proximidade territorial, pouco conhecemos sobre cena de moda produzida pelos hermanos não é mesmo ?
Foram 37 desfiles divididos em quatro dias no prédio La Rural, localizado em Palermo, bairro conhecido por brasileiros que vão de compras pela charmosa cidade.


Assim como na SPFW, os argentinos também trabalham sobre um tema para nortear cada edição, desta vez optaram por abordar a união da moda com a arte. Para fotografar a campanha acima, convocaram artistas e estilistas a trabalharem juntos criando peças únicas.

Uma curiosidade sobre a BAFWEEK, é que você pode comprar, por 15 pesos, tickets que te dão direito à entrada no pavilhão e nas salas de desfiles. Neste aspecto, podemos dizer que a semana de moda argentina é mais democrática que a brasileira, que, vocês sabem, sem convites não se entra na Bienal e ver desfile é para bem poucos, agora pasmem, é possível comprar um lugar na terceira fila por 80 pesos ! Cerca de 40 reais, não é incrível ?  Enfim, vamos a alguns dos principais desfiles:

AMORES TRASH COUTURE


Desde que abriu as portas de seu showroom em 2008, a estilista Amores viu seu negócio crescer. Conhecida por seus vestidos de noite, os conceitos “trash” e “couture” são traduzidos em peças que misturam rock e glamour, humor e sensualidade. Amores gosta de criar para mulheres de personalidade, que brincam de transgredir através da moda, nesta colecão se inspirou no Texas, propondo uma silhueta feminina onde os metalizados foram protagonistas. Sim ! Metalizados são o novo color blocking !

Amores foi esperta em traduzir tendências ao seu estilo, todas as peças vão direto para as araras, um pecado de passarela foi esse acessório na cabeça das modelos, a inspiração era o Texas, ok, mas precisava estar ‘escrito’ na testa ? A coleção vai vender muito, todas as portenhas modernas são chicas amores trash.

Site: http://www.amorestrashcouture.com.ar/

BANDOLEIRO

Bandoleiro foi a grande novidade no lineup desta edição. Depois de ter suas roupas expostas  na Galeria de arte Appetite em 2008, o estilista Gerardo Dubois começou a chamar atenção e logo se tornou queridinho dos editores de moda locais. Trabalha basicamente com reaproveitamento e reciclagem de tecidos, as peças são únicas e artesanais. Para sua estréia na passarela da BAFWEEK, inspirou-se no livro de Mark Twain, “O Príncipe e o Mendigo”,  publicado em 1882, que basicamente trata do conflito “aparência versus identidade”, construiu peças unisex onde predominou a mistura de texturas e tecidos, quis mostrar sua essência.

Essa coleção é bem difícil para a realidade das ruas, embora boa para imagem de passarela as vezes monótona de Buenos Aires, usou uma dessas cuecas de jogadores de futebol americano em um dos looks, deixando um modelo com nádegas de fora, fato que alguns aplaudiram e outros acharam ZzzZz, mas fato mesmo é que, melhor Gerardo focar em uma coleção mais comercial ou vai acabar sendo estilista de meia dúzia.

Site: http://bandoleiro.com.ar/

SEMILLERO UBA

A cada edição, os organizadores da BAFWEEK, promovem um concurso junto aos alunos do último ano da faculdade de Moda da Universidade de Buenos Aires (UBA), onde duas propostas vencedoras terão oportunidade de apresentar suas colecões no line up da semana de moda, desta vez a dupla Julieta e Lúcia e Vanessa Miño, foram as escolhidas, apresentaram coleções experimentais (como era de se esperar), onde predominou a desconstrução da alfaiataria.

Bem legal essa iniciativa né ? Constatei que alguns estilistas que começaram aí, de fato conseguiram uma fatia no mercado argentino.

HERMANOS ESTEBECORENA


Os irmãos Javier e Alejo Estebecorena, levam dez anos produzindo coleções para os homens argentinos.
A formacão em Desenho Industrial,  segundo eles, se traduz na hora de dar funcionalidade à roupa.
Os desfiles são focados no comercial, um dos objetivos da dupla é encontrar soluções práticas para situações urbanas,
por exemplo, para as adversidades meteorológicas de Buenos Aires, desenvolvem peças em tecidos impermeáveis e térmicos. Foco para qualidade de produto.

Essa coleção é dessas que vão quase interira para o guarda-roupa de um garoto esperto, que quer andar na moda mas sem loucurinhas fashion, essa capa é uma tendência, você que acompanhou as semanas de moda masculinas sabe disso, estou desenvolvendo um guia para os muchachos irem de compras por Buenos Aires, então fique ligado!

Site: http://www.hermanosestebecorena.com/colecciones.php?i=2

TRAMANDO


Martin Churba é conhecido como el enfant terrible da moda argentina, seus desfiles são comentados não só pelas coleções originais, mas também pelas performances protagonizadas pelo próprio estilista. Começou na moda na década de noventa e em 2003 resolveu abrir sua própria marca, Tramando, sob princípios de uma filosofia textil criada pelo mesmo, onde busca ir ao cerne da união das linhas e tramas que formam os tecidos. De olho nas tendências desta vez apostou nos metalizados (olha eles aqui de novo!) como condutor da coleção intitulada “Material Mix”, onde predominaram vestidos em cortes geométricos e afaiataria ‘futurista’. Além da Argentina, Tramando tem pontos de venda na França, Estados Unidos e Japão.

Churba é como um Herchcovitch argentino, ninguém melhor que ele vem desenvolvendo uma pesquisa de materiais e construção da roupa.

Site: http://www.tramando.com/

————————————————————————————————————————————————

Para ver e/ou saber mais acesse o site oficial do evento: http://www.bafweek.com.ar/

Fotos: Divulgação